Saturno e Urano pela segunda vez em 2021, em quadratura – desafio entre o que já é conhecido com o necessário novo. Ensinamentos necessários nesta nova era. Energias que reverberam durante todo o ano de 2021, um ano aquariano e uraniano.

É a segunda vez dessa quadratura neste ano – primeiro em fevereiro, agora em junho e a terceira em dezembro.

O antigo e o novo, a tradição e a inovação, Saturno e Urano, os dois planetas que regem o signo de Aquário, iniciam um longo período de energias mais densas e desafiadoras em nossas vidas.

Em 13º, Saturno em Aquário (domiciliado) e Urano em Touro (queda) nos convidam a uma fase bastante interessante.

Vamos primeiro, conhecer essa relação a partir da mitologia grega - “Urano, deus que simbolizava o céu, primeiro governante do universo, casado com sua mãe Gaia, era pai de muitos filhos – os 12 Titãs, 3 ciclopes e 3 hecatonquiros. Urano os odiava e os baniu para dentro de Gaia. O mais jovem de seus filhos, o titã Saturno (Cronos) encarregou-se de vingar a si e aos irmãos. Com uma foice de diamante que ganhou da mãe Gaia, Saturno encontrou Urano desprevenido e cortou-lhe os órgãos genitais. Do sangue que caiu sobre a Terra, nasceram as Fúrias e do sangue que caiu no mar, nasceu Vênus (Afrodite). A partir de então, o reinado de Urano termina e começa o de Cronos/Saturno – aquele que destronou o pai.”

Contemplando seu Mapa Astral Natal, observe:

Em Aquário, Saturno está em casa, pois é um dos regentes deste signo (rege também Capricórnio). O senhor do tempo e do carma, aquele que nos traz as limitações para aprendizado verdadeiro, senhor das estruturas e consolidação, do progresso lento e planejado, da construção. Em Aquário, o pensamento e foco estão no coletivo, na humanidade. A utilização da mente e ideais aquarianos no trabalho, na execução do que aprendemos no período em que Saturno esteve em Capricórnio (dez/17 a dez/2020) – a nova era é aquariana, e Saturno quer que ‘façamos o melhor’. – Saturno permanece em Aquário até 2023.

Outro regente de Aquário, Urano, está em Touro, em ‘queda’, isto é, Touro gosta de segurança, da estrutura que mantém a ordem, já Urano, a mente universal, das inovações, da criatividade e da independência, o planeta revolucionário vem romper com essas estruturas e chacoalhar o pasto taurino para que as crenças limitantes e certezas absolutas sejam revistas e ressignificadas. Em Touro Urano vem nos convidar a olhar para as questões da terra, o cultivo. São energias bastante diferentes, uma vivência muito desafiadora e extremamente necessária para nossa evolução. Urano permanece em Touro até 2025.

Quando estes dois gigantes lentos e sociais se enfrentam (quadratura) no céu, essa disputa abala nossas estruturas e nos obriga a lidar diretamente com a experiência imposta. Quadratura é um aspecto desafiador, porém, quando vivenciado de forma corajosa e verdadeira, nos impulsiona a um salto quântico, a uma compreensão profunda, a uma expansão consciente.

Eis nosso grande exercício/aprendizado para este período - Autonomia, flexibilidade e adaptação ao ‘novo normal’. Reconstrução das estruturas inovadoras e independentes para que a segurança seja sentida dentro da nova realidade.

Eu Vejo Vocêॐ

Só Por Hoje, Namastêॐ

Espaço OMॐ Silmara Campos Cintra.

*Silmara Cintra - CRT 51258 - Terapeuta Holística credenciada, Mestra em Reiki, Consteladora Familiar, Astróloga, Oraculista, Sagrado Feminino.

Autor
Silmara Cintra é Terapeuta Holística credenciada, Mestra em Reiki, Consteladora Familiar, Astróloga, Oraculista, Sagrado Feminino.
Artigos publicados