Relembrar é preciso; 2021 é ano 5 na recém-chegada “Era de Aquário”, com Saturno no comando do grande ciclo (2017-2052), e Vênus regente de 2021 (que não chega com o romantismo amoroso esperado por tantos) vem para tratar da materialidade, prioritariamente.

É o momento da construção dos pilares da nova era. Vênus nos desafia à inovação, criação e mudanças, à materialidade, ao olhar feminino, à conquista e ao amor. Ações voltadas para o coletivo, com responsabilidade, foco, determinação, trabalho e maturidade.

E ainda é inverno, quase primavera, mas o recolhimento, a quietude, a introspecção para o autoconhecimento ainda são fundamentais.

Semestre em que planetas chamados sociais estão em movimento retrógrado (mais no final do texto), um chamado nada delicado para que ‘revisemos’ grandes questões.

E, a partir dessas revisões, percebemos que ainda não é hora de relaxar. Temas fundamentais nos colocam em alerta – os direitos dos povos indígenas, a Covid-19, que segue nos abalando, a necessidade de reestruturação social, política, econômica e nosso papel individual diante da vida.

Chega o mês de setembro, com ele o Equinócio da Primavera – a magia do Sabá Ostara no Hemisfério Sul.

Damos as boas-vindas ao mês de setembro com as bênçãos da Lua, ainda Minguante, já em Câncer, domiciliada, finalizando a Lunação de Leão de 8 de agosto. O recado da avó Lua é continuarmos a olhar para dentro, examinando, elaborando, lidando com os sentimentos, a família, a ancestralidade, mudando “de dentro para fora”, buscando limpar para recomeçar.

Lunação de Virgem

* Lua Nova – 6 de setembro - em conjunção, Sol e Lua no signo de Virgem a 14º38’, às 21h51 – plantemos as sementes dos novos projetos nesta lunação com a consciência da grandiosidade em servir à vida. É o momento de organizar o todo... sentimentos, trabalho, rotina, prioridades, saúde – o feminino em sua essência neste momento especial voltado para a cura na sua vida em todos os setores.

* Lua Crescente – 13 de setembro, às 17h39, 21º16’ Sagitário – em quadratura, Sol em Virgem, Lua em Sagitário - é hora de sustentar firmemente e se comprometer com o que foi iniciado com ousadia, liberdade e expansão, lembrando-se que a sua fé pode te levar um pouco mais além.

* Lua Cheia – 20 de setembro, 20h54, 28º14’ Peixes – em oposição, Sol em Virgem, Lua em Peixes - transbordamento e plenitude, potência máxima diante do que foi plantado e sustentado. Esse eixo indica o momento maior de transcendência na roda de cura que gira e fortalece, que sustenta e edifica.

* Lua Minguante – 29 de setembro, 2h56, 6º09’ Câncer – em quadratura, Sol em Libra, Lua em Câncer - o olhar para dentro numa avaliação minuciosa, uma revisão, o ajuste necessário. O que fluiu fica, o que não fluiu deve ser finalizado para seguirmos de mãos livres rumo ao novo ciclo. O tão sonhado equilíbrio chega a partir do sentir, um sentir consciente de que a harmonia chega com a liberação das mágoas, das crenças que limitam, da idealização no outro, da autocrítica e cobrança severas. Você pode encontrar grandes tesouros a partir de, sem julgamentos, olhar e se reconhecer nas suas raízes, sua origem, sua ancestralidade.

Seguimos com o Sol em Virgem até 22 de setembro, meio da tarde, pois às 16h21 do mesmo dia, o Sol chega nos belos ares librianos – o trabalho, o servir e o organizar, a energia mental e analítica, que compreende o que precisa ser feito, dá lugar à diplomacia, harmonia, beleza, equilíbrio, justiça e discernimento de Libra – falaremos mais sobre o Sol em Libra no dia 22.

Movimentação no céu

Pegue seu Mapa Astral Natal e traga esse conhecimento para sua vida pessoal. Contemplando seu Mapa você pode sentir essas energias diretamente.

* 10 de setembro – Vênus chega em Escorpião (até 7 outubro) - serão dias em que o planeta regente de 2021 impulsionará as energias do chakra básico sexual, o poder de atração e profundidade, o poder do oculto e a compreensão de vida e morte, a depuração desafiadora e necessária para a tão sonhada transmutação.

* 14 de setembro – Marte em Libra (até 30 outubro) – serão semanas um tanto tensas, pois aqui a experiência será a ação desbravadora, movimento e cortes que deixam a energia libriana pouco a vontade. Esse pequeno mal-estar, se bem trabalhado, trará grandes benefícios para que possamos lidar dentro da experiência aqui colocada, com coragem e poder de decisão. Quem disse que seria fácil?

* 22/setembro – 16h21 (por 30 dias) Sol em Libra – diplomacia, harmonia, beleza, equilíbrio, justiça e discernimento de Libra – falaremos mais sobre o Sol em Libra no dia 22.

E o Sabá Ostara/Equinócio de Primavera

É hora de colher os frutos das sementes plantadas. Em Ostara, noite e dias são iguais, o Sol ainda mais poderoso, o florescer que é vida da Mãe Terra, o Sabá da Fertilidade saudando a Primavera, através da renovação da terra, do despertar da vida após o recolhimento necessário durante o inverno. A deusa espalha amor no florescer, no crescer. Nos unimos à Gaia, Mãe Terra, na energia da renovação e do renascimento.

*27 de setembro – o dia de Cosme e Damião será celebrado com o início do tão famoso movimento retrógrado de Mercúrio (texto sobre as retrogadações segue abaixo).

Mercúrio, Lilith e Quiron permanecem durante todo o mês de setembro:

- Mercúrio em Libra (abaixo, texto sobre o movimento retrógrado de Mercúrio);

- Lilith em Gêmeos;

- Quiron em Áries.

Nodos Lunares seguem no eixo Gêmeos/Sagitário até dezembro/2021:

- Nodo Norte em Gêmeos e Nodo Sul em Sagitário

Planetas Retrógrados

O mês segue com planetas lentos em movimento retrógrado (Jupiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão), além da famosa retrogradação de Mercúrio, acrescido da chegada do elemento ar (Sol em Libra), nos indica um período de grandes revisões para justo equilíbrio e harmonia nos temas trazidos à tona.

Seguem retrógrados

* PlutãoR em Capricórnio – até outubro de 21. No dia 26 de setembro, Plutão fica Estacionário, se preparando para retornar ao movimento direto no início de outubro. Até lá, seguimos na revisão de suas energias - alquimia, regeneração e renascimento... o comando e o poder. Será mesmo que a questão está encerrada?

* SaturnoR em Aquário – até outubro de 21 (revisão - limites, tempo, carma, responsabilidade, trabalho, foco, determinação, coletividade, projetos para o futuro, inovação);

* JupiterR em Aquário – até outubro de 21 (revisão – pontos de expansão e crescimento, documentação, processos judiciais, viagens e cursos de especialização);

* NetunoR em Peixes – até dezembro de 21 (revisão – espiritualidade, conexão, intuição, inspiração, o amor universal)

* UranoR em Touro – até janeiro de 2022 – as mudanças serão inevitáveis e será imperativo lidarmos com isso. Em Touro desde 2019 (e permanece por ali por mais alguns anos), Urano vem abalar as estruturas estabelecidas, nos forçando a mudanças nada desejadas, mexendo com nossas ‘crenças limitantes’, verdades e certezas ‘absolutas’. E esse processo de mudança só é ruim se o indivíduo teimar ao extremo e não aceitar lidar com a necessidade de inovação. Quando nos abrimos à flexibilidade, podemos, mesmo diante de um grande desafio, sentir que os ventos do novo chegam para aprimorar a experiência atual e nos conduzir ao autoaprimoramento e crescimento pessoal. Há pouco mais de um ano, em 2020, Urano retrogradou – busque em sua memória quais foram as experiências vivenciadas e traga como aprendizado para o momento atual.

Nova retrogradação

* Mercúrio R em Libra – na ‘virada’ de 26 para 27 de setembro de 21, até segunda, 18 de outubro de 21 (e permanece em Libra até o início de novembro de 21), última retrogradação do ano (são 3 por ano) – São 3 semanas para "revisão" nas ideias, nas trocas, na comunicação e conhecimento em geral. Não é nenhum grande absurdo, como descrevem tantas pessoas, mas quando Mercúrio retrograda, fique atenta: - “Escreveu... releia, revise, corrija. Ouviu... certifique-se de que ouviu corretamente. Falou... pergunte se a pessoa compreendeu. Assinatura de contrato... leia as letras miúdas. Compra e venda... atenção aos detalhes. Vai apresentar um trabalho... tenha planos A, B e C”.

Obs.: Não pontuo no texto os aspectos em respeito às pessoas que ainda não se aprofundaram nos estudos, mas têm interesse no tema.

Contemplando nosso mapa natal, podemos perceber que todos temos a influência dos planetas e signos. No mapa, a casa onde está determinado signo e planeta, é onde essas energias serão movimentadas.

Ainda não tem seu Mapa Astral Natal? Vem pro autoconhecimento! Vem fazer seu mapa!

Assim eu sirvo à vida.

Eu Vejo Você

Só Por Hoje, Namastê

Espaço OMॐ Silmara Campos Cintra.

Autor
Silmara Cintra é Terapeuta Holística credenciada, Mestra em Reiki, Consteladora Familiar, Astróloga, Oraculista, Sagrado Feminino.
Artigos publicados

671ec733 e672 4a96 8b07 b365e880d0fd