A Rede Globo de Televisão enviou na tarde desta terça-feira, 23, um comunicado à imprensa afirmando que decidiu interromper as gravações das novelas e de séries em andamento, em decorrência do agravamento da pandemia do coronavírus. A nota explica que todos os atores e atrizes acima de 80 anos foram afastados como medida de proteção durante a pandemia. Por tanto, é falsa a notícia de que a emissora teria afastado o ator Reginaldo Faria das gravações da novela “Um Lugar ao Sol”, por ter se recusado a tomar a vacina contra a Covid-19, conforme publicaram alguns órgãos de imprensa.

Para o lugar de Reginaldo Faria, a Globo trouxe Zé de Abreu, de 74 anos, que vive na Nova Zelândia. O filho de Reginaldo Faria, Regis, divulgou um vídeo do pai em sua rede social recebendo a segunda dose da Coronavac, no dia 16 de março. No vídeo, Reginaldo diz à atendente que ficou mais de uma hora na fila de espera para tomar a primeira dose, mas, agora, foi “rapidinho”.

Veja a nota na íntegra da Globo:

“Em decorrência do agravamento da crise pandêmica e das medidas restritivas estabelecidas pelas autoridades locais, a Rede Globo de Televisão se antecipou e definiu, a partir de hoje, 23 de março, que as gravações das obras dramatúrgicas serão interrompidas. Séries e novelas só deverão voltar a serem gravadas no dia 4 de abril, ao final do prazo decretado pelas prefeituras do Rio de Janeiro e de São Paulo”.

Em função disso, a novela “Um Lugar ao Sol”, que estrearia logo após o término de “Amor de Mãe”, será substituída pela reprise da novela “Império”, de Agnaldo Silva. Um grande sucesso na grade da emissora.